(51) 3209-1318 | 3209-1319
R. Felipe Neri, n. 382, sala 504 | Auxiliadora | CEP 9044-150| Porto Alegre | RS
boccaciomoreno@boccaciomoreno.com.br
Visite nossa página
Boccacio & Moreno presente em evento realizado pela Fecom?rcio-RS

Nova Lei do Simples em debate durante Semin?rio na Fecom?rcio-RS 


Propor um debate sobre as principais mudan?as que os empres?rios brasileiros t?m com a nova Lei do Simples foi a proposta da Federa??o do Com?rcio de Bens e de Servi?os do Estado do RS (Fecom?rcio-RS) com a realiza??o do Semin?rio Altera?es do Simples Nacional. O evento nesta quarta-feira (15) reuniu empres?rios e contadores na sede da federa??o e teve a presen?a de diversos especialistas para as palestras do dia.


Na abertura do evento, o presidente do Sistema Fecom?rcio-RS, Luiz Carlos Bohn, iniciou sua fala destacando que um dos maiores entraves para o desenvolvimento das microempresas e empresas de pequeno porte optantes do Simples ? a sistem?tica da Substitui??o Tribut?ria de recolhimento do ICMS. "Embora n?o sejamos contr?rios a esta forma de recolhimento, uma vez que facilita a fiscaliza??o e co?be sonega?es, entendemos que ? necess?rio adaptar a ST ao regime simplificado para fomentar o empreendedorismo dos pequenos neg?cios no Estado", citou.


O painel sobre a universaliza??o do Simples teve a participa??o do consultor tribut?rio da Fecom?rcio-RS Rafael Borin, que destacou as principais mudan?as que ir?o impactar os neg?cios. Borin abordou a evolu??o do Simples, que teve o tratamento diferenciado para micro e pequenas empresas previsto j? na Constitui??o de 1988. Sobre o com?rcio, a maior altera??o teve foi a inclus?o do com?rcio atacadista de refrigerantes, anteriormente permitidas somente ao com?rcio varejista. No caso dos servi?os, novas atividades como fisioterapia, corretagem de seguros, im?veis e farm?cias de manipula??o foram inclu?das, entre outras. "Foi um avan?o, sem d?vida. Temos agora uma serie de profiss?es que foram inclu?das e que efetivamente deixaram o Simples mais abrangente". O painel teve media??o do presidente do Sescon-RS e coordenador do Conselho de Assuntos Tribut?rios da Fecom?rcio-RS, Diogo Chamun. Segundo Chamun, s?o muitas as vari?veis que precisam ser avaliadas caso a caso pelo empres?rio, n?o estando restringidas somente aos aspectos tribut?rios da lei na decis?o de se aderir ou n?o ao Simples.


Fonte: Fecom?rcio-RS

« Voltar

Boccacio & Moreno - Advogados Associandos

R. Felipe Neri, n. 382, sala 504 | Auxiliadora | CEP 90440-150 | Porto Alegre | RS | (51) 3209-1318 | 3209-1319